h1

Com Jesus no barco de nossa vida, vai tudo bem.

10 de fevereiro de 2010

Texto básico: Mateus 14. 24-32

Ultimamente, muito se tem pregado a respeito de ser um “homem vitorioso”, de ter sucesso, obter êxito em suas conquistas, prosperar, galgar patamares mais altos, auferir prestígio e ascensão profissional; em suma, conquistar.

Não que Deus não pode dar prosperidade, pois nós servimos um Deus que é dono do ouro e da prata. A exemplo disso tem-se a história do rei Salomão que pediu apenas e tão-somente sabedoria e Deus quis lhe dar também prosperidade.

No entanto, anunciar apenas e tão-somente isto não é a essência do Evangelho. A essência do evangelho é anunciar que Deus transforma a nossa natureza pecaminosa, imunda, suja e espúria em um ser de bondade, livre do pecado e despido da sujeira deste mundo.

O próprio apóstolo Paulo chegou a expressar:

“Ainda que outrora eu era blasfemador, perseguidor, e injuriador; mas alcancei misericórdia, porque o fiz por ignorância, na incredulidade; e a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e o amor que há em Cristo Jesus”. (I Timóteo 1.13-14).

Vejam, portanto, que a finalidade precípua do Evangelho é anunciar a importância de entregar nossa vida a Jesus Cristo, de o aceitá-lo e amá-lo, haja vista que é só por intermédio dele que se chega ao céu, tendo em vista o que preceitua João 14.6:

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”. (João 14.6)

Ocorre que, infelizmente, atualmente tem-se tão-somente anunciado e enfatizado a palavra de Deus sob o crivo da prosperidade. Como se fosse ser cristão a solução para os nossos fracassos, insucessos e derrotas.

Nunca se divulgou e escreveu tanto a este respeito.  Como se fosse a entrega de nossa vida a Cristo a panacéia para todos os nossos males, visto que todos os nossos problemas serão extintos a partir deste ato (aceitar a Jesus Cristo).

O que não passa de uma falácia, de uma mentira, de um engodo e enganação!

Isto não condiz com a verdade, pois, o fato de sermos evangélicos, de acreditarmos em Deus e aceitarmos a Jesus Cristo como nosso único e suficiente Salvador não nos isenta de passarmos por situações adversas.

Até por que, tais aflições que a vida nos revela e apresenta nada mais é do que provisão de Deus.

Afinal, no mundo contemporâneo ao qual estamos inseridos, onde se exige muito e o tempo é exíguo, insuficiente, ínfimo e escasso para resolver todas as incumbências que nos são postas é cediço, isto é, sabido, notório, claro, evidente, certo que passaremos por situações de tensão, de lutas e de adversidades.

Não há como negar a existência de lutas, de batalhas e aflições que iremos passar nesta vida.

Tanto é verdade que, conforme nos orienta a palavra de Deus em João 16. 33:

No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”.

Assim sendo, não se pode olvidar que neste mundo passamos e passaremos por situações difíceis, delicadas e complexas. Situações estas que nos causam tormento, perplexidade e ansiedade, pois tais fatos são inerentes ao tempo em que vivemos.

Afinal, quem nunca vivenciou momentos de insucessos, fracassos e derrotas?

Quem nunca sofreu decepções, momentos de crises e de perdas?

Quem nunca vivenciou momentos de prejuízo em sua história?

Razão pela qual não há como se desvencilhar de tal assertiva. Nesse mundo, certamente, passaremos por situações adversas, aflições, lutas, obstáculos e empecilhos.

O fato de sermos evangélicos não nos imune ou cria em nós uma “blindagem” que impeça-nos de passarmos por tais lutas, aflições e turbações.

Ora, isto não corresponde a verdade e não encontra guarida na Bíblia Sagrada, visto que “no mundo teremos aflições”, conforme aduz e nos orienta a palavra de Deus. Entender de outra forma é ir contrário as Escrituras.

Entregar a sua vida a Cristo e aceitá-lo como seu único Salvador e Senhor, como seu único e suficiente Deus, não significa que não passarás por adversidades.

Ser evangélico não é ter uma vida de “mar de rosas”, assim como viver também não é fácil, pois o sucesso nem sempre é preciso e uma certeza irrefutável que se irá adquirir.

Ocorre que, diferentemente dos ímpios, dos incrédulos, das pessoas que não servem e não possuem Cristo no “barco de suas vidas”, nós temos um socorro bem presente em meio a todas as tribulações e infortúnios desta vida que é JESUS CRISTO.

É em razão disto que digo: Com Jesus no barco de nossa vida, vai tudo bem”.

O fato de termos Cristo habitando em nós, não nos impede de passarmos por adversidades, lutas, aflições, batalhas, empecilhos, angústia, entre outras amarguras.

Inclusive, o que digo é aferido através da história dos próprios personagens bíblicos. O fato de José, Daniel, Davi, Jeremias e o apóstolo Paulo serem crentes, isto é, terem Cristo como Senhor de suas vidas não os impediram de passarem por situações adversas.

O fato de o rei Davi ter sido considerado “o homem segundo o coração de Deus”, não o livrou de ser perseguido por Saul durante dez anos.

O fato de José ser um homem íntegro, de conduta ilibada, proba, honesta e calcada na palavra de Deus, não o impediu de ser difamado, injuriado, vendido como escravo pelos seus próprios irmãos, ser acusado de adultério e de ser jogado a prisão sem ter cometido crime algum.

Portanto, eu volto a dizer que no mundo ao qual fazemos parte e estamos inseridos todos nós, seja crente ou não, evangélico ou ímpio, pastor ou presbítero, passaremos por aflições.

O próprio apóstolo Paulo que era um exímio anunciador da palavra de Deus, um homem de Deus, correto e cheio do poder de Deus, não foi imune das aflições, das lutas e perseguições.

Paulo foi injuriado, perseguido, espancado, sofreu por três vezes naufrágio, foi preso, chicoteado, passou fome, entre outras coisas. No entanto, saibam que em meio a todas as adversidades que neste mundo nós teremos e estamos sujeitos a passarmos, diferentemente dos ímpios, nós temos um Deus que providencia o socorro.

A palavra de Deus nos diz que:

“Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas”. (Salmos 34:19)

Realmente, muitas das vezes, assim como os discípulos de Jesus que passaram por um mar revolto, com ondas que pareciam que iriam afundar a sua embarcação, às vezes, da mesma forma ocorre conosco no transcorrer de nossa vida.

Momentos estes que parecem ofuscar ou nos levam a duvidar da grandiosidade do poder de Deus, tendo em vista a intensidade do sofrimento que estamos passando.

Todavia, quero deixar-lhes uma mensagem de esperança e de motivação. Não importa o tamanho das ondas que vêem bombardeando a vossa embarcação, o barco de sua vida, saiba que Deus está acima de toda tribulação, de toda aflição e de toda adversidade.

Quando Deus falou a Abraão que seria pai e que sua esposa haveria de lhe gerar um filho, Sara desacreditou da promessa de Deus. Em virtude da adversidade, isto é, da intensidade da luta que estava passando, visto que já era idosa para gerar um filho, Sara não acreditou na promessa de Deus.

Ocorre que, conforme ínsito em Lucas 1.37:

“Para Deus nada é impossível”. (Lucas 1.37)

Deus não falha e nos dá vitória em meio às lutas, e, assim como prometido, Sara gerou a Isaque.

Percebam, portanto, que todos nós, sem distinção, estamos sujeitos a passarmos por situações adversas. Não que eu deseje isto para vossa vida, mas é um dado que está inerente ao Mundo ao qual nós (tanto eu como você) estamos inseridos.

É uma questão de fazermos uma análise semântica e hermenêutica da expressão contida em João 16.33.

Assim sendo, se eu e você estamos no MUNDO, logo, estamos sujeitos as aflições que o Mundo há de nos apresentar. Portanto, não há como desvencilharmos de tal assertiva, pois em quanto estivermos vivos passaremos por adversidades.

Inclusive, esta passagem prevista na Bíblia Sagrada, no livro de Mateus, ilustra-nos muito bem as contradições da vida que estamos sujeitos a passar no decorrer de nossas vidas, pois, o pequeno barco representa a nossa frágil vida. O mar representa tudo aquilo que nos rodeia, o mundo que nos cerca do qual não temos como escapar, pois estamos nele. A tempestade representa os problemas da vida, as circunstâncias adversas que nos sobrevêm em nosso dia-a-dia. Os discípulos somos nós em meio a todas as tempestades, ondas e aflições da vida. E, a solução para o problema que é JESUS CRISTO.

Razão pela qual afirmo que ser evangélico não é a panacéia, isto é, o remédio heróico para todos os males que nos impeça de passar por lutas. Todavia, ter Cristo na embarcação de nossa vida” é sinal de que teremos adversidades, lutas e aflições, mas Deus providenciará o socorro e a VITÓRIA para todos os nossos problemas.

A presença de Jesus na embarcação da nossa vida não significa ausência de tempestade, significa que o barco jamais vai virar!

Ademais, conforme aduz o Salmista:

“Esperei com paciência no Senhor, e ele ouviu o meu clamor”. (Salmos 40.1)

Assim sendo, muitas vezes não entendemos que a paciência que o Senhor nos pede é a confiança nele.

É acreditar que se ainda as ondas entram no nosso barco da vida para tentarem nos afogar, devemos confiar que o Senhor está conosco, nos livrará de todo embaraço, de toda a tempestade, pois, Deus tem o poder de ordenar as águas turbulentas que se aquietem e elas se aquietarão se primeiro nos aquietarmos na confiança de que realmente o Senhor é Deus sobre o barco da nossa vida.

Saibam, portanto, que Jesus sempre anda por cima das águas que envolvem o barco da nossa vida. Se não houver caminho para voltar a terra, Jesus abre um caminho ou nos fará andar com ele por cima das águas, ele é o caminho, ele é a luz que nos guia na escuridão, ele é a esperança quando em nós não existe mais nenhuma.

Pedro, um dos discípulos, no meio desse vendaval de tempestade em que estava, quando ouviu e viu o Senhor, não acreditou que fosse ele, e pediu: “Senhor, se és tu mesmo, me manda Ter contigo”, e o Senhor disse: “Vem”, e ele foi ter com o Senhor e mesmo assim continuou a olhar para o vento forte que ainda o perseguia e começou a afundar, pois lhe faltou fé.

Portanto, é preciso acreditar, confiar e ter fé que o Senhor nos faz andar por cima das situações porque só ele sabe o que há por trás de cada uma.

Devemos confiar em Deus, pois Ele sabe o que é melhor para nós e pede que apenas depositemos nossa esperança e confiança nele.

Afinal, assim como uma criança grita por socorro ao pai, pois acredita piamente que este tem o poder para resolver sua aflição, da mesma forma deve ser as nossas súplicas a Deus, pois ele tem poder para fazer infinitamente mais do que pedimos ou pensamos, basta apenas crermos.

Assim sendo, volto a repetir, ser evangélico não é sinal de inexistência de lutas, de batalhas e de aflições. Ter Cristo na “embarcação de nossa vida” é sinal de que teremos adversidades, lutas e aflições sim, mas Deus providenciará o socorro e a VITÓRIA para todos os nossos problemas.

Ter Jesus Cristo em nossa vida é sinal de que a nossa história não irá findar, mas perpetuará.

Assim sendo, ante a tudo o quanto fora exposto, pergunto-lhe: Quer entregar sua vida a Cristo?

Quer entregar a embarcação de sua vida a Jesus Cristo?

Faça isso, pois com Jesus Cristo no barco de nossa vida, a vida é bem melhor!


Por Lucas Peres Torrezan

– Advogado -

About these ads

2 comentários

  1. Fala Dr. Lucas… Agora consegui um tempo para deixar um comentário nesse excelente blog… hoje tanto as pessoas como o mundo em que vivemos estão muito carentes de Deus… A cada dia que se passa tudo piora, ao invés de melhorar… E é por isso que precisamos de pessoas como você que tem esse dom maravilhoso de falar e falar muito bem sobre nosso Criador… Continue sempre assim que Deus continuará tem abençoando a cada dia… Grande abraço de seu amigo… Mateus Ricci


    • Muito obrigado pelas palavras acima meu caro amigo Mateus. E, infelizmente, esta piora que você constatou nada mais é do que provisão bíblica, pois a palavra de Deus nos diz que no mundo teremos aflições e sem Deus tudo é vão.

      Só Jesus Cristo pode preencher o vazio de nossa alma com o cálice de seu sublime amor!

      Grande abraço,
      Lucas.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.